Image by Benyamin Bohlouli

Hello

O Conceito Adotado pelo Virginia Mason

Com o esforço de melhorar a qualidade e a segurança do paciente, o Hospital utilizou o modelo de Sistema de Produção Toyota (TPS) para alcançar esses objetivos.  Veja como o processo se desenvolveu

Lean Adotado no Virginia Mason

Em 2002, Virginia Mason liderou um esforço para melhorar a segurança do paciente e a qualidade do cuidado, adotando o Sistema de Produção Toyota (TPS) para cuidados de saúde.

 

Nomeada o Sistema de Produção de Virginia Mason, a instituição foi a primeira na área da saúde a implementar a filosofia TPS em toda a instituição. Os dois principais princípios deste sistema são minimizar o desperdício através da produção just-in-time e eliminar defeitos no sistema, capacitando a equipe a "parar a linha" sempre que detectar um problema de segurança ou qualidade do paciente.

 

O problema é então analisado e uma solução testada em uma Oficina de Melhoria rápida de processos. Diz-se que a VMPS economizou de US$ 12 a 15 milhões ao longo de seis anos.​

Esquema Virginia Mason_edited.png
Fonte: WikiPedia acessado 22 de Fevereiro 2022

Benefícios e Resultados do Sistema Virginia Mason

Benefícios do VMPS

Pacientes passam mais tempo com os profissionais da saúde, agregando valor. Os processos e ferramentas do VMPS ajudam os profissionais de saúde a entregar o melhor tratamento em saúde possível e com zero defeitos.

Os pacientes se beneficiam de maior segurança, menos atraso em ver os médicos para atendimento e resultados e tratamentos mais oportunos.

Os profissionais do Virginia Mason se beneficiam por terem menos retrabalho e maiores oportunidades de cuidar dos pacientes - uma das principais razões pelas quais muitos escolheram a área da saúde como profissão.

A organização se beneficia porque opera de maneira mais eficiente. Por fim, as economias são reinvestidas para apoiar a missão do Virginia Mason de melhorar a saúde e o bem-estar dos pacientes.

Resultados do VMPS

Reportadas Economias de USD 11 milhões em capital investido, usando o espaço de maneira mais racional. Ganho estimado de 25.000 m2 com melhores layouts.

Redução do tempo para testes laboratoriais dos pacientes em 85%.

Redução do custo de inventário em USD 2 milhões, obtido com a padronização e economia com fornecedores.

Redução em distância percorrida diária de funcionários da ordem de 95km.

Redução de custos extras com mão de obra (horas extras e temporários) de USD 500 mil por ano.

Aumento da produtividade em determinadas áreas em 93% obtido movendo os materiais de uso comum para o ponto de uso e criando kits prêmios para seguro de responsabilidade profissional, reduzidos em 56%.